A DESNECESSIDADE DO ARROLAMENTO DAS TESTEMUNHAS NO PROCESSO DO TRABALHO

  • Thiago Ribeiro de Carvalho FADISP
  • Judith Aparecida de Souza Bedê
  • Alessandro Henrique Ferreira

Resumo

Este artigo tem por finalidade investigar a ausência da necessidade do arrolamento prévio de testemunhas no processo do trabalho. A pesquisa foi desenvolvida a partir da análise dos artigos da Consolidação das Leis do Trabalho que disciplinam o processo do trabalho, dos princípios constitucionais do processo e do posicionamento de autores especializados no assunto. Com o intuito de alcançar tal objetivo, foi realizado um levantamento histórico acerca do tema nos códigos de processo civil vigente e revogados. Com estas informações as questões pertinentes foram problematizadas se investigadas. Ao final deste artigo pretende-se contribuir com o estudo do assunto, comprometido com a análise do processo sob a ótica constitucional.


 

Publicado
Nov 29, 2017
Como Citar
CARVALHO, Thiago Ribeiro de; BEDÊ, Judith Aparecida de Souza; FERREIRA, Alessandro Henrique. A DESNECESSIDADE DO ARROLAMENTO DAS TESTEMUNHAS NO PROCESSO DO TRABALHO. Revista de Estudos Jurídicos e Sociais - REJUS ON LINE, [S.l.], v. 1, n. 01, nov. 2017. ISSN 2594-7702. Disponível em: <http://www.univel.br/ojs/index.php/revista/article/view/16>. Acesso em: 19 abr. 2018.