Institucional

Imprensa

Acadêmicos do curso de Engenharia Civil da Univel participam de visita técnica na obra do Trevo Cataratas

 

Durante a visita, acadêmicos puderam compreender na prática como é o funcionamento e planejamento de uma das obras atuais mais importantes do estado do Paraná 

 

No curso de Engenharia Civil do Centro Universitário de Cascavel - Univel os acadêmicos têm a oportunidade de vivenciar na prática atividades da futura profissão. Com propósito de apresentar técnicas construtivas de engenharia aplicada na construção civil, o funcionamento e planejamento de uma obra de grande porte, os acadêmicos acompanhados do coordenador do curso, Christian de Oliveira, realizam uma visita técnica nas obras de ampliação do Trevo Cataratas. 

Para o coordenador do curso de Engenharia Civil da Univel, a realização da visita técnica é imprescindível, porque é através dela que os acadêmicos podem conhecer na prática o planejamento de uma obra de grande porte. “O trevo cataratas  é um importante entroncamento de Cascavel  e a realização das obras de readequação vai impactar de forma positiva no trânsito e na economia de toda a Região Oeste. Os alunos puderam acompanhar várias etapas da construção, principalmente das obras de arte do trevo, que são as estruturas que vão servir de contenção do muro, pontes, obra de drenagem e pavimentação. A visita foi importante e oportuna, porque não é sempre que temos uma obra desse porte sendo realizada tão perto de casa”, ressalta Christian Kniphoff. 

As obras iniciaram em outubro de 2020, com previsão de conclusão até outubro de 2022 e o investimento é de aproximadamente R$ 80 milhões. De acordo com a engenheira civil da Ecocataratas, empresa responsável pelas obras, Hellem S. Prim Variani, os acadêmicos puderam visualizar a rotina e os desafios enfrentados na execução de uma das obras atuais mais importantes do estado do Paraná. “Ter o conhecimento prático da execução de uma obra de grande porte, através da visita, pode proporcionar ao acadêmico, um pouco do dia-a-dia de um profissional de engenharia. Compartilharmos os nossos principais desafios! A rotina, a logística e o funcionamento da obra, o gerenciamento das equipes, a programação e relacionamento com os fornecedores.Também foi possível visualizar uma obra desse porte sendo concretizada,ou seja, muito além do projeto ou das maquetes apresentadas. Uma experiência muito enriquecedora e inspiradora!”, declara. 

De acordo com o acadêmico do curso de Engenharia Civil da Univel, Matheus Pereira, a visita técnica à obra do Trevo Cataratas proporcionou novas experiências quando se trata de obras de artes no ramo da Engenharia. Novas visões, e muita curiosidade.“É incrível ver como uma obra complexa como a  do trevo, com um bom planejamento e organização, sai tudo de acordo com o projeto previsto. Logística, cronograma, dificuldades que aparecem durante a obra, e o corpo técnico de engenheiros se reúnem para então encontrar a melhor solução possível. Poder visitar obras, independente de seu porte, durante a graduação, eu diria que é um campo aberto recheado de aprendizados, o acadêmico deve aproveitar o maior tempo possível enquanto estiver em um canteiro de obras, fazer perguntas, acompanhar o processos, onde a prática junto com a teoria somados, agregam maior valor ao profissional”, declara Matheus.
 

Por: Núcleo de Comunicação

08.04.2022

 

Galeria de Fotos

“Neuroarquitetura, dinâmicas e aplicações” é tema de Aula Inaugural do curso de Arquitetura e Urbanismo da Univel
“LGPD no âmbito da Educação” é tema de palestra do curso de Pedagogia da Univel