Institucional

Imprensa

Acadêmicos do curso de Engenharia Civil da Univel publicam artigo em revista internacional

O artigo intitulado “Analysis of the Impact on Axial Compression and Diametric tensile strength of concrete using recycled fine aggregate” foi publicado pela revista International Journal of Advanced Engineering Research and Science (IJAERS), que é  classificada como Qualis Capes A2 Interdisciplinar

 

Os acadêmicos do curso de Engenharia Civil do Centro Universitário de Cascavel - Univel, integrantes do grupo de pesquisa “Caracterização de Materiais”, Eduardo Dalla Costa  e Dykenlove Marcelin, coordenados pelos professores Thiago Guerra e Douglas Guedes Batista Torres, tiveram o artigo publicado pela revistas International Journal of Advanced Engineering Research and Science (IJAERS), que é  classificada como Qualis Capes A2. 

O artigo intitulado “Analysis of the Impact on Axial Compression and Diametric tensile strength of concrete using recycled fine aggregate”, que trata a respeito de um estudo que foi realizado com o intuito de se avaliar os efeitos que a utilização da areia reciclada provoca quando inserida no concreto. Para tanto foi realizada uma substituição parcial da areia natural pela reciclada, sendo analisado os seguintes teores: 20, 40 e 60% de substituição. Assim sendo, diversos ensaios foram realizados com esses diferentes concretos, sendo que como principal parâmetro, foram moldados corpos de prova que posteriormente foram submetidos a um teste destrutivo com o objetivo de se avaliar a resistência do material. E por fim foram avaliadas de uma maneira geral as influências que a utilização dessa areia reciclada trouxe para as características do concreto.

De acordo com  o acadêmico do 10° semestre do curso de Engenharia Civil, Dykenlove Marcelin, foi necessário muita leitura sobre o tema e a realização de diversos ensaios em laboratório, mas todo o trabalho valeu a pena. “Para entender um pouco melhor sobre o assunto, precisávamos ler muito sobre o assunto antes de começar o processo no laboratório. E em seguida foram moldados corpos de prova, cura inicial de 24 horas para os cilíndricos e 48 para os prismáticos, cura úmida de 28 dias e após esse período de tempo, foram realizados os ensaios de resistência. O processo de desenvolvimento da pesquisa foi trabalhoso, desde o início até a tradução para a publicação,  mas é muito gratificante”, conta Dykenlove. 

Este foi o segundo artigo publicado em uma revista e congresso internacional, do acadêmico Dykenlove Marcelin. “A experiência foi mais uma vez diferente e ótima, o mais importante disso tudo não seria possível sem o apoio da Univel, e a colaboração dos professores e meu grande colega Eduardo. Muito orgulho desse Centro Universitário!”. Para ele, "O estudo sem desejo estraga a memória e nada retém do que é absorvido e uma universidade é apenas um grupo de edifícios reunidos em torno de uma biblioteca, mas nós somos a universidade! Os cincos anos de estudo no Centro Universitário valem muito a pena!”, declara Dykenlove. 

Para o acadêmico do 10° semestre de Engenharia Civil, Eduardo Dalla Costa, a publicação é significativa porque desta forma o conhecimento adquirido por eles durante a pesquisa pode ser compartilhado com outros estudantes e interessados pela temática e claro, é uma forma gratificante de ser recompensado pelo esforço realizado. “A aprovação da publicação nessa revista nos trouxe uma enorme realização, pois assim sabemos que o estudo realizado e o conhecimento gerado não ficarão estagnados e sim serão compartilhados por inúmeros estudiosos e interessados no tema. De fato todo o processo, desde a concepção do objeto de estudo, até a execução da pesquisa propriamente dita não são tarefas fáceis, mas certamente é um esforço que nos traz uma gratificação tanto em sentido de conhecimento quanto em questão da experiência propriamente dita”, ressalta Eduardo.

De acordo com o professor do curso de Engenharia Civil da Univel, Dr. Douglas Torres, o desenvolvimento de pesquisa universitária tem dois grandes focos de atuação. “O primeiro consiste no desenvolvimento de tecnologia científica e melhoria de processos, assim possibilitando que a universidade possa estar em destaque nacional e internacional.  É importante lembrar que quando uma instituição tem um processo de desenvolvimento tecnológico contínuo e estabelecido, existe a tendência de que os projetos possam evoluir para registro de Propriedade Intelectual, potencializando a geração de negócios. A publicação realizada na revista Internacional ( neste caso, a International Journal Of Advanced Engineering Research And Science) ressalta a seriedade e qualidade das atividades desenvolvidas no grupo de pesquisa, fortalecendo a instituição e o curso de graduação, sendo primordial na avaliação realizada pelo MEC”, ressalta Douglas.  

Para acessar o artigo publicado pelos acadêmicos, acesse o link: https://ijaers.com/detail/analysis-of-the-impact-on-axial-compression-and-diametric-tensile-strength-of-concrete-using-recycled-fine-aggregate/  

 

Por: Núcleo de Comunicação

16.09.2021

Acadêmicos de Psicologia da Univel participam de evento em homenagem aos psicólogos
Radar de Inovação: Univel apoia projetos inovadores