Institucional

Imprensa

Creare prepara alunos dos cursos de Comunicação para o mercado de trabalho

 

A Agência Experimental Integrada de Comunicação da Univel possibilita aos alunos colocarem em prática seus conhecimentos e atenderem cliente reais

Inovação, criatividade, tecnologia e muitos aprendizados em um só lugar. A Creare é a Agência Experimental Integrada do Centro Universitário de Cascavel - Univel, um espaço para os alunos dos cursos de Design Gráfico, Fotografia, Jornalismo e Publicidade e Propaganda soltarem a imaginação e desenvolverem o que aprenderam em sala de aula. “O objetivo é integrar todos os cursos de comunicação e proporcionar aos alunos uma vivência prática daquilo que eles estudam em sala de aula”, explica o Coordenador dos cursos de Comunicação, Rodrigo Cardoso.

Com um mundo de possibilidades em suas mãos, os alunos possuem a sua disposição computadores com softwares de edição e professores que orientam e esclarecem as dúvidas que vão surgindo, formando assim, profissionais de excelência. “A Creare traz bastante embasamento, tem coisas que eu iria aprender no 5º semestre, mas que acabei aprendendo bem antes”, conta Pedro Citron, acadêmico do 1º semestre de Publicidade e Propaganda.

O Professor Bruno Pasquolloto coordena a Creare há mais de um ano, e vê a ideia da agência como essencial para os alunos adquirirem experiência profissional e estreitar o relacionamento com o mercado de trabalho. “A ideia é que os alunos desenvolvam o job. Nós fazemos um brainstorm com a equipe, distribuímos as demandas e deixamos eles atuarem nas diversas áreas da comunicação, como no atendimento, planejamento, digital, criação, entre outras, mas sempre com apoio técnico”, explica. 

A Creare atende microempresas e microempreendedores, desenvolvendo a identidade visual da marca, logotipo, materiais gráficos, uniformes, além da parte de gestão das mídias sociais, desde a sua criação, até a orientação de como a pessoa continuará criando conteúdos e administrando a página. “As demandas vêm pelos nossos contatos, mas não divulgamos a Creare, já que é um Agência laboratorial sem fins lucrativos. Nós avaliamos as demandas e se a empresa realmente não possui potencial financeiro, passamos aos alunos e eles realizam o atendimento com a minha supervisão”, conta o Professor Bruno. 

Mercado de Trabalho

Além de colocar em prática a teoria e desenvolver habilidades essenciais para o curso, os alunos também entram em contato com a área de atuação do mercado de trabalho, facilitando na hora de conseguir um trabalho. “Grande parte dos alunos que entram na Creare no início do semestre, com o decorrer do tempo acabam ingressando no mercado de trabalho. Isso acontece por dois motivos, o portfólio deles está aparecendo e os profissionais do mercado perguntam para nós, professores, e acabamos indicando quem está desenvolvendo um bom trabalho. Então a Creare tem funcionado como uma vitrine”, esclarece o Professor Bruno.

Entre tantos alunos que passaram pela Creare, hoje, vários já atuam na área. “A minha experiência na Creare foi muito boa. A vontade de querer melhorar acabou refletindo no mercado de trabalho e consegui uma oportunidade. Recomendo para quem está começando e quer ingressar no mercado de trabalho, participar da Creare”, conta a acadêmica de Publicidade e Propaganda, Larissa Fonseca, que após cerca de cinco meses participando na agência, conseguiu ingressar no mercado de trabalho na área que queria, redação.

Participe!

Todo semestre abre um edital para os interessados dos quatro cursos se inscreverem, e quando selecionados, participam por um período de seis meses, recebendo uma certificação ao final. 

No primeiro semestre de 2019 cerca de 25 alunos participaram da Agência, que funciona em contraturno, de manhã e à tarde. Para que todos tenham a oportunidade de participar, existe a possibilidade de ir apenas três vezes por semana ou três horas por dia. “Sempre  buscamos alternativas para atender cada aluno dentro da sua peculiaridade”, explica o Professor Rodrigo. 

Conheça a Creare!

Pelos olhos dos alunos 

O Henrique Long Júnior cursa Design Gráfico e hoje trabalha na Creare como assistente do Professor Bruno, dando suporte aos alunos. “Hoje faço os trabalhos que são encaminhados para cá, tanto da Univel, quanto de clientes externos e ainda ajudo os outros alunos conforme a necessidade. Trabalhar aqui me ajudou muito, porque eu era tímido e na Creare comecei a conversar mais com o pessoal, os clientes e fui melhorando”, conta Henrique. 

Já Pedro Citron, está no 1º semestre de Publicidade e Propaganda, e apesar de entrar na Creare sabendo pouco, já adquiriu muitos conhecimentos. “Cheguei sem saber nada de software e já consigo caminhar agora, além de ficar a frente de quem não vem, não estuda e não vai atrás. Poder vir, fazer os trabalhos, e dizer que sei fazer, já é muito bom”, explica Pedro. 

Gabriel Claudin da Silva Santos está quase terminando a graduação em Publicidade e Propaganda e vem na Creare há cerca de dois anos, atualmente ele faz estágio na Agência. “Comecei a vir porque queria participar de algo relacionado a minha área. Consegui aplicar vários pontos da faculdade aqui, como as questões de estratégia, design, entre tantos outros”, esclarece Gabriel.

Após sair da Creare a Larissa Fonseca, estudante de Publicidade e Propaganda, começou a trabalhar na Stamp Conteúdo Digital, e hoje conta como a agência ajudou ela na vida profissional. “Eu tinha uma relação muito boa com todos que trabalhavam lá, por conta disso, acabamos passando aprendizados um para o outro. O Professor Bruno também é muito bom ensinando e mostrando o caminho certo para fazer as coisas, então para aplicar o conhecimento foi muito fácil. A vontade de querer melhorar acabou refletindo no mercado e consegui encontrar um trabalho na área que eu queria, redação”, conta.  

Por: Núcleo de Comunicação

10.07.2019

Linguagem Corporal é tema de curso na Univel
Alunos de Artes realizam intervenção urbana na Univel