Institucional

Dia da Logística é comemorado com palestra

Dia da Logística é comemorado com palestra

Em comemoração ao Dia da Logística (08), os acadêmicos do curso de Tecnologia em Logística da Univel e do Curso Técnico em Logística do Instituto Federal do Paraná, receberam uma palestra com profissionais da área.  A proposta foi trazer temas atuais da logística, ampliando o conhecimento sobre o assunto e as tendências do mercado.

A primeira palestra foi com Hernani Klein, sobre a logística nos Correios durante as Olimpíadas no Brasil. A empresa foi responsável pela entrega dos ingressos e transporte da Tocha Olímpica pelo País. Também armazenou, movimentou e entregou milhares de equipamentos esportivos, de tecnologia e de mobília, além do transporte das 2.102 medalhas, das 36 mil bagagens das delegações e das amostras do exame antidoping das arenas até o laboratório oficial. Todo o trabalho de logística desenvolvido pelos Correios nos rendeu uma menção honrosa do Comitê Olímpico Internacional (COI), como uma das melhores da história dos Jogos Olímpicos.

Klein explicou que foi tudo muito bem planejado e teve um percentual de erro muito pequeno. A eficácia do trabalho executado pelos Correios demonstra a importância da logística, “é fundamental para o aluno, perceber o nível de exigência num evento deste porte e como a logística contribuiu para a sua realização”, explica o professor Osvaldo Mesquita Junior, Coordenador do Núcleo dos Cursos Tecnólogos da Univel.

Outro tema de grande relevância é a logística militar.  O professor da Univel, Eudiman Heringer, que foi oficial do exército, serviu na Amazônia e participou efetivamente da logística em ambientes de difícil acesso, conta que nos locais que precisam receber alimentação, roupas, munição, entre outros materiais, e que muitas vezes não pode ser enviados por terra, é necessário um grande planejamento de logística para obter sucesso, tanto na manutenção de pelotões quanto nas missões.

Outro professor da instituição, Sandro Ricardo Busato, abordou o novo modelo de Logística Integrada Portuária, que será aplicado em Paranaguá.  O modelo, segundo Osvaldo, visa dar mais eficiência ao Porto, que hoje tem um “enforcamento” no recebimento de cargas, gerando prejuízos para o Brasil. “O modelo a ser aplicado é moderno e visa dar eficiência ao Porto, através disto, dará a possibilidade do Brasil de exportar de maneira mais barata”.

Por: Núcleo de Comunicação

20.06.2017

Galeria de fotos

 

A Univel é a melhor no Exame de Suficiência de Contábeis 2017
Alunos de TADS produzem protótipos para automação residencial