Institucional

Projeto Língua Portuguesa promovido pela Univel e Cáritas Cascavel atende centenas de Imigrantes

Projeto Língua Portuguesa promovido pela Univel e Cáritas Cascavel atende centenas de Imigrantes

 

O projeto iniciou em 2019, atualmente está com treze turmas abertas e conta com a participação de mais de trezentos imigrantes haitianos e venezuelanos 

 

O Projeto de Extensão “Língua Portuguesa para Imigrantes” promovido pelo Centro Universitário de Cascavel - Univel e Cáritas Arquidiocesana de Cascavel, tem como propósito ensinar a língua portuguesa para imigrantes haitianos e venezuelanos que residem em Cascavel. O curso acontece em nível básico e envolve conversação, leitura e escrita, levando em conta a realidade local e as atividades cotidianas dos alunos. Participam do projeto, professores voluntários, egressos e acadêmicos do curso de Pedagogia (Presencial e EaD) da Univel. 

De acordo com a professora responsável pelo projeto, Marileia de Bone, o projeto conta com uma participação crescente de participantes imigrantes e  voluntários. “Estamos com treze turmas abertas, na Univel e no Colégio Sagrada Família, com a participação de mais de 300 imigrantes. Esse ano, o projeto conta com a participação de uma professora voluntária, que é imigrante e está no Brasil há 8 anos. Também contamos com o apoio de outro imigrante que nos auxilia nas turmas iniciantes, que conta com um número maior de participantes que chegaram a pouco tempo no Brasil, realizando a tradução para melhorar a comunicação entre professores e alunos. Ficamos gratos pelo crescente número de voluntários nessa causa”, ressalta Marileia. 

De acordo com a professora voluntária Marcya Camargo, participar do projeto é motivo de orgulho.“Quero agradecer a oportunidade de poder fazer parte desse projeto tão especial e gratificante, onde ocorrem trocas significativas em todos os encontros. O melhor presente que recebo de cada aluno é o sorriso estampado em seu rosto e o agradecimento pelos momentos compartilhados”, declara Marcya.

“Participar do projeto é uma oportunidade de ganhar experiência ensinando e com isso aprendo também. Vejo a dedicação de querer aprender por parte dos imigrantes e é uma experiência extraordinária ouvir as histórias deles. Estou gostando muito do projeto, as professora Marcela e Marileia me ajudam muito. Acredito que o projeto é importante para a sociedade, pois promove a igualdade, as oportunidades e o acolhimento”, conta a acadêmica do curso de Pedagogia (EaD) da Univel e participante do projeto, Adriana Portes Pagnoncelli, que auxilia uma das professoras voluntárias em uma das turmas no Colégio Sagrada Família.

 

Por: Núcleo de Comunicação

03.06.2022

Galeria de Fotos

 

Empreendedorismo é tema de palestra realizada pelo Centro Acadêmico de Fisioterapia da Univel
Univel recebe integrantes do Instituto Água e Terra para explicar sobre o Programa de Voluntariado em Cuidados de Animais Silvestres