Institucional

Exposição Virtual - Alienas: ver além das aparências!

Exposição Virtual - Alienas: ver além das aparências!

 

Na Exposição Virtual dessa semana o Centro Universitário de Cascavel - Univel recebeu as obras da publicitária, Andressa Vieira. A exposição “Alienas: ver além das aparências!” traz uma série de personalidades criadas por Andressa, em que ela busca expressar os diversos tipos de olhares e sentimentos. “Sabe aquele ditado “é preciso ver para crer” então muitas vezes isso não é verdade. Nossos próprios olhos nos cegam ou simplesmente escondem de nós a realidade. Então no que podemos confiar? No que sentimos?”, conta a artista.

As obras nos convida a conhecer as Alienas, quatro personagens que conseguem ver além das aparências. “Como? Elas não vêem da mesma forma e por isso precisam escutar umas as outras para resolver seus problemas tanto internos, quanto externos”, explica Andressa.

Quem são elas?  

Amélia Dunbar: (óculos) é do tipo “poucas palavras, poucas ideias” direta e explosiva. Ela usa óculos para não lhe causar “cegueira” as explosões que ela mesmo causa, e sinceramente as vezes sem motivo. Sempre é ela quem salva as outras de uma grande decisão errada. Por ser desse jeito quando diz algo as demais acatam suas ideias. Digamos que se der tudo errado e ela não resolver, realmente ferro. Uma Amazona de fato. Seu verdadeiro amor é a si própria e isso faz dela alvo de muita concorrência para seu nobre coração.

Mae Bessie: (quatro olhos fechados) o tipo de pessoa que você conversa e às vezes parece que a pessoa tirou com a mão a dor que estava no seu coração. Calmaria, lentidão as vezes. Escuta muito mais as suas irmãs, filosófica e intelectual. A natureza fala com seu interior e por isso ela usa seus quatro olhos fechados pois seus instintos são a sua base verdadeira. Além disso, dizem que Bessie tirou os quatro olhos para viver sua intensidade real com sua mente e corpo, encontrando o seu real equilíbrio. Bessie é uma das mais fortes das Alienas, por seu desapego Carnal é resistente a inúmeras tentações e a até tortura.

Tia Vênus: (três olhos) é o que muitos de nós temos curiosidade, mas poucos admitem. Alguns diriam que ela é a inconseqüente ou a sem noção, mas ela é a pessoa que em uma sala com botão vermelho escrito “não aperte” você já deve imaginar o final. Divertida e vaidosa, é a que mais diz sim pra tudo. Vênus tem um poder persuasivo e de expressividade sem igual. Vingativa e violenta quando ela fica desidratada, já que, só se alimenta de líquidos como: sucos, bebidas, café, água ou chás... Vênus é amante da tecnologia e a que tem o espírito mais jovial de todas.

Lua Collins: (sem olhos) é a estrategista deste quarteto, sempre com um plano B e um belo exemplo de diplomacia. Apenas Collins, não possui formação alguma de visão, logo, ela não nasceu cega, uma vez que sua formação biológica não possui necessidade de enxergar, seus outros instintos são bem mais aguçados por naturalidade. Então, ela não pisca e nem chora. O que torna essa personagem mais interessante não é o fato de como ela iria chorar e sim como ela demonstra profunda tristeza e como ela acaba lidando com isso, sem todo o desespero e a crise que nós aprendemos ou somos condicionados biologicamente a ter. Collins é um tipo raro de pessoa que nos inspira a ser alguém melhor por suas atitudes e pelo perdão gratuito que ela antecede do preconceito de como os outros a tratam ou a vêem. Autoconfiança é tudo.

Sobre a artista

Mostrando todo o seu talento com desenhos super criativos, Andressa já teve obras selecionadas e publicadas no MAC (Museu de Arte de Cascavel) em 2018 e 2019, e participou na Campanha Persona da marca Arezzo, em que artistas de todo o país foram selecionados e convidados a ir em lojas ilustrar em bolsas e calçados da marca com a sua identidade artística.

Andressa ainda participa de diversos eventos culturais e é possível conferir seus trabalhos em grafite ou aquarela expostos em lugares como: Manga Rosa, Pizzeria, Oh My Gin, In Baia Hostel, entre outros pontos em Cascavel.

No nosso perfil você ainda pode conferir as exposições: “Domingos”, do artista João Paulo; “Frutos de uma mente delirante”, do egresso da Univel, Jean Cruz; “Imagens Ocultas”, da arquiteta Patricia Costa; “Toque Humano”, do oficineiro de grafite e produtor cultural Edmar; e “Do outro lado”, da professora Karin Betiati.

Por: Núcleo de Comunicação 

06.08.2020

Galeria

Iniciativa solidária: alunos de Psicologia da Univel realizam projeto para ajudar famílias da Cootacar
Alunos de Direito da Univel arrecadam alimentos e roupas para famílias da Cootacar e do bairro Interlagos