Institucional

Imprensa

Projeto Rondon: alunos e professores da Univel constroem horta e jardim em escola para crianças

 

Transformar a vida das pessoas por meio da educação é o propósito da Univel 

Histórias, olhares, pessoas e as mais diversas experiências certamente vão ficar na memória de quem participou do maior projeto de extensão do país: o Projeto Rondon. Foram dias intensos, onde alunos e professores do Centro Universitário de Cascavel - Univel foram para o município de São Pedro do Iguaçu no Paraná com uma missão: fazer a diferença na vida das pessoas. Em uma emocionante cerimônia de encerramento, rondonenses de diversas instituições de ensino superior concluíram a Operação Yaguaru com excelência. “A sensação de concluir o projeto é maravilhosa, de dever cumprido, cidadania, mas principalmente de empatia e amor ao próximo”, ressalta a Coordenadora do Projeto Rondon na Univel, professora Kátia Salomão. 

Horta especial

Em um dos momentos mais marcantes do Projeto Rondon, alunos e professores da Univel tiveram a iniciativa de construir uma horta e jardim no CMEI Deputado Moacir Micheletto em São Pedro do Iguaçu. “Fizemos um levantamento do que iríamos precisar, de mudas, árvores frutíferas, hortaliças, ervas e resolvemos fazer também um jardim. Preparamos os dois canteiros para a horta, usamos as covas para as plantas e árvores frutíferas e convidamos a comunidade, os pais e as crianças para fazer uma manhã diferente, onde a ideia foi ensinar as crianças sobre a produção de alimentos”, conta o professor da Univel, Adriano Vítor Azevedo.  

Para a Diretora do CMEI Deputado Moacir Micheletto, Maitê Lolita Ferreira Seibert, a iniciativa dos alunos fez a diferença na vida das crianças.  “O Projeto Rondon foi de extrema importância para o nosso CMEI, em vista que não tínhamos este cantinho só para eles. Agora os professores podem desde cedo trabalhar sobre a sustentabilidade, desenvolvendo atividades que envolvam de fato as crianças. A participação delas no plantio, fará com que percebam que fazem parte deste processo, e passarão a ser cuidadoras das plantas. Além disso, as crianças adoram criar coisas com suas mãos. Então, o interessante é deixá-las sentir a textura da terra, e torná-las de fato as responsáveis pelo plantio das mudas. O cultivo das plantas pode ser o ponto de partida para uma relação amistosa entre as crianças e o meio ambiente”, explica Maitê. 

O acadêmico do curso de Engenharia Mecânica da Univel, Patrick Carlin Tacca, contou sobre como ter participado do projeto foi importante para o seu desenvolvimento humano. “A minha experiência no Rondon foi a melhor possível, fiz muitas amizades, conheci personalidades diferentes e aprendi a conviver com isso. É só você estando lá para saber como é sentir um olhar, um abraço, na doçura da palavra de cada um é a melhor coisa que tem. As crianças falavam para ficarmos, que não era pra irmos embora e sim morarmos ali, pois estavam muito felizes com a nossa presença. Foi incrível, eu aprendi bastante e espero levar isso para vida inteira como uma das melhores coisas que já vivenciei”, conclui o acadêmico da Univel.

Por: Núcleo de Comunicação

07.02.2020

Galeria de fotos

Comboio da Saúde atende na Univel
Univel participa de um dos maiores eventos de agronegócio do mundo